A AUTORA

A infância e a adolescência foram vividas em Angra dos Reis, mas a cidade do Rio de Janeiro foi aquela adotada como minha casa quando precisei iniciar o voo que nos conduz para nossos próprios caminhos.

A primeira grande mudança em minha história! Ainda um tanto assustada, mas ao mesmo tempo maravilhada com a oportunidade que a vida estava me concedendo. Iria cursar uma faculdade, morar com amigos que estavam vivendo o mesmo processo e iniciar a vida de gente grande, embora ainda estivesse sendo sustentada pelos meus pais, rs. Nesse pacote, um conjunto de experiências que iriam, dia a dia, moldar o meu ser.

A faculdade cursada foi a de Geografia, área na qual também me tornei mestre. Ao contrário da maioria de meus amigos de formação, não segui o caminho da licenciatura (e como os admiro por isso), tendo escolhido a atuação profissional como bacharel em Geografia.

Geógrafa de formação, mas amante da escrita por natureza! Sempre gostei de lápis e papel. A facilidade com a escrita, inclusive, foi elemento fundamental para os trabalhos que já exerci. E continua sendo. Ideias encadeadas de forma clara, leve e objetiva, parágrafos iniciados com o olhar para o seu ponto final e um bom dicionário de sinônimos do lado são algumas armas de guerra. Para este projeto, particularmente, certa dose de sensibilidade e entrega também foram fundamentais.

Alguém que sonha com a mudança do mundo e que, por vezes, desacredita que isso seja possível. Quando, então, como um sussurro no ouvido, alguma situação sempre mostra que é preciso perseverar e que desistir não é uma opção. E assim, na luta contra medos e resistências internas, um dos desafios em minha vida tem sido encontrar uma nova forma de atuar e este projeto tem sido parte fundamental disso.

A ILUSTRADORA E AMIGA

Já mudei de cidade algumas vezes nessa vida, mas, abreviando estrategicamente, nasci em Araruama e hoje vivo em Niterói, ao lado da universidade que frequento há alguns anos.

Busco meu diploma confiante e orgulhosa de mim mesma, apesar da certeza de que o título de engenheira ambiental não irá, de forma alguma, resumir meu espaço no mundo que me cerca. Acostumada a vivenciar mudanças, tenho um significativo potencial de adaptação e a partir dessa característica, cada desafio se torna uma descoberta. Cada ponto sensível se torna uma oportunidade de melhoria. Ciente de que estamos em constante aprendizado, procuro absorver tudo aquilo que possa ser usado para o meu bem e para o bem daqueles que eu tanto quero bem.

Em meio a essas certezas, já me vi afundando em dúvidas também e foi mediante a um dos meus maiores conflitos que surgiu, graciosamente plainando em minhas mãos, os primeiros textos da Renata. Rê gosta de falar e algo na fala dela te faz sorrir antes mesmo de entender do que se trata. Mas quem diria que dentro daquela menina mulher, suas ideias se teciam de forma tão sábia e delicada? Não a subestime pelo tamanho.

Nossa sintonia foi prontamente alinhada pelas histórias, pensamentos e questionamentos que tínhamos em comum. O incentivo para que ela seguisse adiante com os textos veio de várias pessoas queridas, de diversas formas. Minha queda pela arte gráfica, temperada com alguma criatividade, foi a maneira que encontrei de mostrar os sentimentos que transbordavam em mim a cada mensagem lida. A intensidade e relevância daquilo que está sendo dito, bordada de leveza e clareza.

Sem dúvidas, esse projeto espelha o nosso despertar. As grandes mudanças vivenciadas da primeira página escrita até os dias atuais apenas corroboram a sua imponência. E é com aquele brilho no olhar que esperamos, a partir de cada linha, influenciar outras pessoas a buscarem a plenitude do ser.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now